No clássico do Povo, Flamengo derrota o Corinthians

Flamengo e Corinthians, os clubes mais populares do Brasil, enfrentaram-se no Maracanã em jogo muito movimentado.

O time carioca jogou muita bola. A mescla de talentos promissores com veteranos ainda em alto nível surtiu efeito. Resultado: venceu a partida por 1×0.

No primeiro tempo, o Flamengo chegou a ter 83% de posse de bola, e atacava o Corinthians pelos dois lados. Não conseguia, contudo, entrar pelo meio, reduzindo suas agressões às bolas aéreas, as quais, embora perigosas, não geraram chances claras de gol.

Na volta do intervalo, o Flamengo passou a jogar de forma vertical. A bola era menos chutada em direção à área – o que causou uma diminuição no volume de agressões – mas as jogadas eram muito mais bem pensadas. Essas, contudo, paravam em Henrique Dourado sempre que era exigida sua participação fora da área.

Maurício Barbieri, técnico rubro-negro, percebeu o “gargalo” e trocou Dourado pelo jovem Felipe Vizeu. Poucos minutos depois, gol do Flamengo: Vizeu pegou rebote do goleiro Walter e abriu o placar no Maracanã. A torcida carioca explodiu, e o jogo acabou poucos minutos depois.

Vejamos os destaques da partida:

O jovem Léo Duarte, seguro, não perdeu uma sequer lá atrás. Combateu Roger, centroavante corintiano, sem dificuldade alguma. Sem a bola, estava sempre pronto para interceptar os passes do meio-campo alvinegro. Com a bola, saía jogando quando não encontrava Lucas Paquetá em condições de articular a jogada.

Paquetá, por sua vez, cuidou da transição das jogadas. A bola ia da defesa para o ataque com muita facilidade. O meia deu dinâmica para o ataque do Flamengo. Driblou, passou, correu e deu o chute que originou o gol da vitória. Tem muito a melhorar, claro. Seria interessante vê-lo alternar o lado das jogadas, tática muito usada pelos camisas 10 europeus e, por vezes, letal para a zaga adversária. Não obstante, já é possível vislumbrá-lo como candidato a craque, alçando voos em algum grande clube europeu e conquistando um lugar na Seleção Brasileira.

Vinicius Jr., já vendido ao Real Madrid, e Felipe Vizeu, já vendido à Udinese-ITA, foram os outros jovens que se destacaram na partida. O primeiro bagunçou o lado direito do time do Corinthians. Mantuan, lateral do time paulista, não teve sucesso em quase nenhuma jogada contra o ponta-esquerda do Flamengo. A Vizeu, centroavante que entrou no lugar de Henrique Dourado, coube a tarefa mais importante: fazer o gol da vitória.

Polêmica: no último lance do jogo, o árbitro Anderson Daronco encerrou a partida com a bola nos pés do atacante Roger, sozinho, frente a frente com o goleiro Diego Alves. Um daqueles momentos inexplicáveis que acontecem vez ou outra no futebol.

Tabela: o Flamengo, que começou a rodada na liderança do campeonato, está mais líder do que nunca, com 20 pontos. Já o Timão, que era o terceiro, dormirá na oitava posição, podendo cair para a nona caso o Fluminense empate ou vença o Paraná, amanhã, em Curitiba.

Próxima partida: o Corinthians encara o Santos, quarta (06/06), na sua Arena. Já o Fla pega o Flu no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, na quinta (07/06).

Deixe uma resposta