Lula virou ator de ficção hollywoodiana

Lula vai pra Cuba. Não para ajudar na Revolução Comunista, mas para gravar um filme sobre sua vida dirigido por Oliver Stone. O que Lula tem a ver com Cuba??? Além das infundadas acusações lavajateiras sobre a justificada construção do Porto de Mariel pela Oderbrecht com financiamento do BNDES. Se tem algo que é massa dos governos Lula foi o financiamento de infraestrutura e a consolidação da internacionalização da nossa construção civil de alta tecnologia.

Mas não é disso que Lula vai falar, pelo menos não principalmente. Ele vai lá chorar para o Oliver Stone toda a perseguição que ele sofreu. De um lado o lavajatismo criado por ele mesmo com as eleições para PGR, a nomeação de reacionários da anti-política para o STF, a autonomia e chuva de dinheiro para a Polícia Federal fazer operações sensacionalistas, etc. E de outro do imperialismo malvadão do Obama que pela frente dizia que ele era “O Cara” e pelas costas (registrado em livro para a posteridade) chama Lula de corrupto mafioso. Aliás, parece que a assessoria do Lula já tá implorando um encontro entre os dois pro Lula tentar recuperar a amizade do ex-presidente americano. O próprio Oliver Stone tripudiou como o Lula foi burro de achar que dava pra conciliar com a Globo.

Vamos ver se dessa vez o Stone vai antagonizar ele de novo sobre as ingenuidades insanas do petismo sobre a mídia monopolista, o imperialismo norte-americano, principalmente da paixão atávica dos petistas pelo Partido Democrata, do judiciário, do ministério público, etc. Stone é um grande diretor. As vezes ele se perde um pouco no conspiracionismo, mas mesmo nisso consegue criar arte e entretenimento de qualidade em sua longa filmografia politica como JFK, Platoon, Nascido em 4 de Julho, Snowden, e mais recentemente nas incríveis Entrevistas Com Putin.

Lula as vezes é vacilão, mas também não é trouxa né. Ele foi atrás de um diretor de documentários políticos de verdade, super premiado, inclusive no Oscar, e não do choro endinheirado e petista da Petra Costa. Provavelmente vai ser um filmaço, ao contrário daquela mentirada vulgar produzida pela Netflix em defesa das incompetências da Dilma (que de fato é honesta, diga-se) travestidas de virtudes morais.

Lula virou ator de ficção hollywoodiana oliver stone lula petra costa 1

Imagine as imagens lindas de Cuba, os papos malandros e carismáticos do ex-presidente, sob a direção de um talento como Stone. Ao passo que com certeza também será uma peça de propaganda, mas dessa vez hollywoodiana de verdade, o que já vale só pelo entretenimento. O Brasil já teve Glauber Rocha e agora tem Kleber Mendonça Filho, que inclusive é um petistaço, mas o Lula ainda prefere a hegemonia cultural norte-americana até para contar sua própria história.

Lula virou ator de ficção hollywoodiana oliver stone lula petra costa 1

Deixe uma resposta