RICARDO CAPPELLI: Parabéns Lewandowski!

A tentativa da Polícia Federal de inviabilizar a entrevista de Lula, se utilizando de manobras infantis e excêntricas, é a demonstração cabal do ímpeto de setores da burocracia estatal contra o Estado Democrático de Direito.

Os nepositivistas liderados pela República de Curitiba se acham donos do Estado, atentam contra às liberdades democráticas cotidianamente mas, cinicamente, posam para a velha mídia de paladinos da “imprensa livre”.

O golpe contra Dilma tirou o gênio do fascismo da garrafa. Não será fácil colocá-lo de volta.

Por que temem tanto Lula? O ex-presidente é um preso político, assim reconhecido por toda comunidade internacional. O temor é que as palavras do maior líder popular do país calem fundo no coração de um povo que vê sua vida derreter e o futuro de seus filhos cada vez mais sombrio.

Parabéns ao Ministro Ricardo Lewandowski por colocar o monstro no seu devido lugar, assegurando ao ex-presidente o direito de ser entrevistado e decidir para quem falar.

Lula e o PT são perseguidos por seus acertos, não pelos seus erros. A sanha contra eles se justifica porque são a maior força. Se iludem os que imaginam crescer pisoteando num eventual cadáver do PT.

Se em algum momento representarem uma ameaça real, isolados e desprovidos da possibilidade de solidariedade recíproca, serão igualmente destruídos pelas sombras.

A unidade não é uma palavra vazia ou um fetiche. Não é uma vontade abstrata. É um imperativo para a sobrevivência. Enquanto ainda há tempo.

Por Ricardo Cappelli

Deixe uma resposta