VAZA-JATO: Dallagnol incentivou cerco político contra ministros do STF e STJ

Folha de São Paulo e The Intercept Brasil publicam hoje mais um capítulo da Vaza-Jato. Dessa vez mostram diálogos do coordenador do Partido da Lava-Jato, Deltan Dallagnol, com outros procuradores e Eduardo Pelella, o chefe de gabinete do então Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, sobre investigações contra os ministros do STF, Dias Toffoli e Gilmar Mendes, e sobre a indicação de Humberto Martins do STJ para o STF, pelo então presidente Michel Temer.

É preciso ressaltar que Dallagnol era o coordenador da Lava-Jato na primeira instância, em Curitiba, portanto, não tinha competência para indicar investigações de ministros do STF pela PGR, e muito menos de querer barrar indicação ao STF pelo Presidente da República.

Outros procuradores mostravam preocupação no ímpeto de Dallagnol de atacar ministros do STF sem provas robustas, e ele mesmo tira sarro do fato de não possuir competência processual para tal: “Queria refletir em dados de inteligência para eventualmente alimentar Vcs Sei que o competente é o PGR rs, mas talvez possa contribuir com Vcs com alguma informação, acessando umas fontes.”.

As motivações políticas da Lava-Jato ficam claras ao colocar como alvos ministros considerados hostis às violações processuais e legais da operação. Tais fatos são graves e podem nos ajudar a entender como a Operação Lava Jato dobrou todas as instâncias do Judiciário aos seus desígnios. E além de graves, dizem respeito ao atual Presidente do Supremo Tribunal Federal (Dias Toffoli) e ao Corregedor Nacional de Justiça do CNJ (Humberto Martins). Talvez seja o suficiente para convencer os tribunais de Brasília da gravidade dos fatos que vêm sendo revelados pelo The Intercept Brasil e seus parceiros.

Por Luiz Roque Miranda Cardia e Vitor de Oliveira

Confira os diálogos e leia a íntegra da matéria da Folha e do The Intercept.

vaza jato deltan dallagnol incentivou ataques ao STF e ao STJ toffoli gilmar mendes humberto martinsvaza jato deltan dallagnol incentivou ataques ao STF e ao STJ toffoli gilmar mendes humberto martinsvaza jato deltan dallagnol incentivou ataques ao STF e ao STJ toffoli gilmar mendes humberto martinsvaza jato deltan dallagnol incentivou ataques ao STF e ao STJ toffoli gilmar mendes humberto martinsvaza jato deltan dallagnol incentivou ataques ao STF e ao STJ toffoli gilmar mendes humberto martinsvaza jato deltan dallagnol incentivou ataques ao STF e ao STJ toffoli gilmar mendes humberto martins

Deixe uma resposta