JOÃO SICSÚ: Suspender a quarentena?

1) A economia brasileira terá uma queda acentuada com a população em quarentena ou com todos trabalhando e voltando às aulas.

2) A experiência dos países que entraram atrasados na quarentena mostrou que o vírus se dissemina rapidamente. Assim, se todos voltarem ao trabalho em breve milhões estarão doentes (muitos morrerão) e as empresas, escolas e universidades serão obrigadas a fechar suas portas por falta de empregados, consumidores, estudantes e professores.

3) Não há escapatória para as perdas econômicas. Há somente a possibilidade de vidas serem salvas (ou não). É falsa a escolha entre uma coisa e outra. A economia já perdeu. Resta saber se vamos perder também vidas (ou não).

4) As perdas econômicas podem ser bastante amenizadas, basta que o governo (aumente sua dívida e imprima dinheiro) para colocar recursos nas mãos de empresas, trabalhadores, pobres e miseráveis. Eles, ainda que em quarentena, saberão irrigar a economia com os seus recursos.

5) A proposta transloucada de suspensão da quarentena apenas impõe um sofrimento maior para a população, jamais conseguiria estancar as perdas econômicas. Imaginem o que aconteceria com a economia da Itália se continuassem desacreditando na voracidade do coronavírus.

 

Por João Sicsú

Professor do Instituto de Economia da UFRJ.

Deixe uma resposta