EVENTO: O Brasil e a Nova Rota da Seda

Qual é a relação entre o Brasil e a Nova Rota da Seda fomentada pela China? Também conhecido como “One Belt, One Road” ou “Um Cinturão e Rota” (C&R), o projeto chinês almeja superar o conceito de cooperação internacional limitada a reduções tarifárias e acordos comerciais para estabelecer arranjos baseados na promoção de infraestruturas interligadas.

Inicialmente voltado para a integração na região da Eurásia, a China encontrou espaço em seu projeto para a promoção de investimentos em infraestrutura também na América Latina, enxergando a região como uma extensão natural da “Rota Marítima da Seda”.

A proposta de construir a maior rede de infraestrutura para o transporte de mercadorias e pessoas do planeta surge como uma promessa de largos investimentos nas regiões envolvidas. Além dos crescentes investimentos chineses no Brasil, a China, que é o maior parceiro comercial do país, já empresta mais aos governos da América Latina do que o Banco Mundial e o Banco Interamericano somados, desde 2014.

Cabe, portanto, refletir sobre a posição do Brasil neste contexto, buscando, de um lado, compreender a iniciativa chinesa e sua presença crescente na economia nacional e, de outro, pensar formas estratégicas de engajamento. Esse quadro de relações internacionais entre Brasil e China é, sem sombra de dúvidas, permeado por dimensões políticas, econômicas, jurídicas e sociais que pretendemos abordar no evento “O Brasil e a Nova Rota da Seda”, organizado pelo Portal Disparada e pelo Instituto Sul Global.

O evento contará com a presença dos professores Elias Jabbour e Ticiana Alvares, especialistas no assunto, bem como representante do corpo diplomático chinês no Brasil (nome ainda a confirmar), para contribuírem com o debate na presença do Prof. Dr. José Francisco Siqueira Neto.

Local: Mackenzie – Campus Higienópolis – Auditório João Calvino
Data: 09/03/2020 (segunda-feira)
Horário: 17hrs-19hrs

Confirme a sua presença no evento do Facebook:
Evento: O Brasil e a Nova Rota da Seda.

Deixe uma resposta