Carlos Gadelha fala sobre a importância da saúde pública para um Projeto Nacional de Desenvolvimento

Durante a programação do Fórum Social Mundial, que ocorreu nos dias 13 a 17 de março em Salvador – BA, o portal Disparada acompanhou a mesa com a temática “Crise de Desabastecimento de Medicamentos no Brasil”.

O evento contou com a participação de Leandro Safatle, Secretário Executivo da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos – CMED; Tomás Pippo, Coordenador da Unidade de Medicamentos, Tecnologia e Pesquisa e Saúde da OPAS/ OMS – Brasil e Carlos Gadelha, Coordenador das Ações de Prospecção da Fundação Oswaldo Cruz.

Em entrevista exclusiva ao Disparada, Gadelha, também coordenador e líder do Grupo de Pesquisa sobre “Complexo Econômico-Industrial e Inovação em Saúde”, da FIOCRUZ, falou sobre como o Complexo Industrial da Saúde poderia ser incorporado em um projeto nacional de desenvolvimento, tendo em vista que, além de um direito de cidadania,  a saúde é fator de soberania nacional e, portanto, área estratégica para um projeto de Nação.

Confira:

Entrevista e produção por Amanda Salgado

Edição por Tatto no Toco

Deixe uma resposta