Será a OCDE comunista?

Camaradas, segue uma plataforma de dados mundial da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) sobre proteção trabalhista e condições de trabalho. A plataforma de dados abarca até 2014, portanto, está um pouco desatualizada, mas, mesmo assim, é muito importante para pensar as condições de trabalho do mundo.

Segundo a OCDE, quais são os países com maior proteção trabalhista do mundo? A China, Alemanha e a Venezuela. Países como os Estados Unidos, por exemplo, estão longe do padrão de proteção trabalhista desses três países citados.

Evidentemente, as condições de trabalho na Venezuela desde 2014 se degradaram muito em consequência da crise econômica, sanções e ataques do imperialismo, baixa do preço do petróleo etc. Mesmo assim, até 2014, a Venezuela era o país com a MELHOR PROTEÇÃO TRABALHISTA da América Latina.

A Alemanha, como sabemos, tem um dos maiores – quiçá o maior – custo de hora trabalhada do mundo. Usando do papel de país imperialista-guia da União Europeia, ainda mantém um padrão de trabalho relativamente bom se comparado com Portugal, Espanha, Grécia, Irlanda, Itália etc. Isso não é nenhum mistério; Lênin com sua teoria da aristocracia operária no bojo da reflexão sobre o imperialismo ajuda a explicar a questão.

Por fim, a China. Isso mesmo, a China. Sabe o país que dizem que o trabalho escravo é onipresente? Que os trabalhadores passam 18 horas de jornada laboral seguida? O país onde, supostamente, as condições de trabalho são tão ruins que os trabalhadores mandam cartas pedindo socorro? Então, segundo a OCDE – órgão maoista? – as condições de trabalho da China estão no mesmo patamar que na Alemanha.

Com base nesses dados da OCDE, a pesquisadora Cynthia L. Estlund, no artigo “Will Workers Have a Voice in China’s “Socialist Market Economy”? The Curious Revival of the Workers Congress System”, afirma que a China tem a MAIOR PROTEÇÃO TRABALHISTA do mundo no âmbito da legislação laboral.

Esses são os dados da OCDE. Quando eu falo isso, me acusam de “stalinismo” ou de “dogmatismo”. Agora faço a pergunta de ouro: será a OCDE stalinista? Comunista?

A plataforma de dados da OCDE para quem quiser conferir: http://www.oecd.org/employment/emp/oecdindicatorsofemploymentprotection.htm

1 Comentário

Deixe uma resposta