Resposta a Felipe Rigoni, em defesa do nacional-desenvolvimentismo

Por André Figueiredo – Prezado deputado Felipe Rigoni, o nacional-desenvolvimentismo vem da era Vargas. A ditadura militar desmontou-o em grande parte, já que ele incluía também educação de qualidade, salário mínimo decente e leis trabalhistas fortes.

O nacional-desenvolvimentismo industrializou o país, modernizou o Estado, criou as indústrias de base, sem as quais nunca teríamos nos desenvolvido minimamente.

Temos que reativar o nacional-desenvolvimentismo em novas bases, com foco na educação, no meio ambiente, nas novas tecnologias. Não se trata de intervencionismo estatal, mas de busca pela soberania!

Uma das funções mais importantes do Estado é justamente corrigir as imperfeições do mercado. Nem o liberalismo nega isso, deputado, pois os governos dos países mais “liberais” do mundo sempre foram muito proativos em defesa de suas indústrias.

O novo presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou um grande esforço para recuperar a indústria de seu país. Trump já vinha tentando fazer isso. Governos da China, Coreia do Sul e Japão sempre foram desenvolvimentistas.

Não caia nessa falácia neoliberal, que os países ricos vendem para os países pobres há tempos com o único objetivo de manter uma divisão internacional do trabalho profundamente desequilibrada, que nos mantém escravizados na pobreza e no subdesenvolvimento!

Vamos discutir modelos novos, avançados, para um projeto nacional de desenvolvimento. Não somos sectários. Houve erros no passado que não vamos repetir. Na era petista, esforços desenvolvimentistas foram neutralizados pela ortodoxia macroeconômica.

Mas hoje, mais que nunca, o Brasil precisa de um projeto nacional, e é claro que o Estado terá papel estratégico, no planejamento, no financiamento, na regulação, no treinamento da mão de obra.

Confio em seu bom senso, caro Rigoni! Vamos discutir ideias e projetos sem preconceitos! O Brasil precisa de lideranças corajosas e abertas a ideias novas.

Por André Figueiredo, deputado federal pelo PDT do Ceará.

Resposta a Felipe Rigoni, em defesa do nacional-desenvolvimentismo andré figueiredo

6 Comentários

  • CLT só serve pra arrancar o dinheiro do povo, cobrando um monte de impostos como o teto de 27,5% de imposto de renda

    Se salario minimo servisse pra alguma coisa,era só aumentar ele pra 10 mil reais

    leis trabalhistas so servem pra tornar o ambiente de negocios ruim e gerar custos pras empresas que vai consequentemente deixar os produtos e serviços mais caros, deixando tudo pior pra todo mundo.

    0

    15

  • O 13 salário, é quem salva o comércio e os empresários, no fim do ano.
    Se liga!

    3

    0

  • Liberalismo salvando bancos e empresas? Liberalismo fazendo a vontade dos países imperialistas? Liberalismo com renúncias fiscais, desonerações a lobistas? Liberalismo que tranforma parlamentares em secretários da elite dos Lobistas?

    2

    0

  • Liberalismo que entrega suas riquezas e bens estratégicos sob o pretexto do desinvestimento, de acabar com o clientelismo, mas q no final repassa o boleto ao povo através de impostos? O liberalismo q entrega estatais por títulos podres ou nosso próprio dinheiro a juros módicos com prazos seculares?

    2

    0

  • O liberalismo q acaba com estado social privarizando a educação,o sus? O liberalismo q cria um estado mínimo para o povo é máximo para a elite?

    2

    0

  • Em que mundo você vive Rodrigo? E
    Onde existe um país assim? Gostaria de conhecer e poder estuda-lo.

    2

    0

Deixe uma resposta