LIVE – Banco Central e a dolarização: independência em uma economia dependente

O debate sobre a autonomia do Banco Central e sua exigência pelo mercado financeiro se iniciaram antes mesmo de sua criação, em 1964. Mas foi o ano de 2021 que enfim materializou a contradição da chamada “independência” em uma economia dependente, como permanece sendo a brasileira.

O projeto foi aprovado em votação anunciada pelo novo presidente da Câmara dos Deputados Arthur Lira, e deverá ser sancionado nesta próxima quarta-feira (24). A autonomia do Banco Central direciona ao mercado financeiro a gestão da política monetária e cambial e a regulação do sistema financeiro nacional do poder político, enterrando a formal soberania do voto popular e dolarizando a economia brasileira. Em uma economia dependente, em que cinco bancos controlam 82% dos ativos financeiros de uma país, o resultado só pode ser catastrófico.

Para debater o tema de extrema relevância, convidamos os professores Rodrigo Salgado (professor de Direito Econômico na Universidade Presbiteriana Mackenzie, doutor em Direito Econômico pela USP e advogado), Karina Patrício (professora de Direito Comercial na faculdade de Direito da University of Leeds e doutoranda na faculdade de Direito da Universidade de Durham – Reino Unido) e Pedro Rossi (professor do Instituto de Economia da Unicamp e pesquisador do Centro de Estudos de Conjuntura e Política Econômica – CECON).

A transmissão ao vivo acontece nesta quinta-feira (25), às 17h, no canal do Disparada no YouTube.

Não perca e ative o lembrete para não esquecer:

Deixe uma resposta