A Autocrítica que o PT tem de realizar

1) Os governos petistas mantiveram uma macroeconomia neoliberal. Deram uma pitada de neokeynesianismo, mas a arquitetura do tripé macroeconômico de Armínio Fraga foi mantida durante todo o período;

2) A macroeconomia neoliberal desindustrializou fortemente o país e nos tornou cada vez mais dependentes da exportação de comoddities. Os momentos de ”felicidade” do governo Lula se deveram, principalmente, à alta do barril de petróleo, da soja e do minério de ferro no mercado internacional. Não é á toa que o PT foi limado no ABC paulista;

3) A expansão de empregos durante a farra das comoddities se deu em áreas de baixa qualificação. Empregos em shoppings, em comércio de rua, em construção civil. A produtividade estagnou na era lula e decresceu com Dilma. O pleno emprego em áreas de baixa qualificação não dá suporte a nenhuma economia saudável;

4) A Era PT consolidou o maior cartel de bancos da história brasileira, que se sentiu livre para impor os juros mais extorsivos do planeta, que chegam a quatrocentos por cento no cartão de crédito. A farra do crédito caro terminou com dezenas de milhões de famílias endividadas e com o nome no SPC, travando o consumo brasileiro pela próxima década, já que ninguém se propõe a resolver o problema.

5) Os programas sociais do PT se fundamentaram na propaganda do Bolsa-Família. O Bolsa-Família é a expressão de um programa neoliberal, criado por Milton Friedman;

6) O PT vendeu pras classes populares o mito da ”nova classe média” e da integração na cidadania via consumo. Foi um dos erros mais estúpidos que já se cometeu nesse país no diálogo com essas classes, consolidando nela um ideal consumista típico de Miami sem que tivéssemos sequer a base produtiva real pra sustentá-lo a longo prazo;

7) o PT não defendeu como deveria os direitos trabalhistas e previdenciários da população. Sempre que buscou um compromisso com as classes patronais, quem sofreu foram os trabalhadores. Esse tipo de compromisso culminou no erro de Dilma em 2015, logo depois das eleições, quando retirou direitos previdenciários e teve o ”estelionato eleitoral” denunciado pela CUT em protestos públicos;

8) Boa parte da crise fiscal do governo Dilma se deveu à implantação de um Bolsa empresário e de desonerações na folha de pagamento que lhe foram pedidas pela Fiesp;

9) O PT é não só conivente com a corrupção como se aproveitou estruturalmente dela pra se manter no poder. Qualquer tentativa de tapar o sol com a peneira nisso daí é conversa pra boi dormir.

10) O PT não defendeu os preços que mais interessavam aos consumidores das grandes cidades. O custo de vida se tornou monstruoso, principalmente no âmbito da energia, do transporte público. Além disso, o PT consolidou o comércio da saúde, impulsionando a indústria dos planos de saúde;

11) O PT se abraçou obsessivamente com a promoção de uma agenda de costumes contrárias à sociedade conservadora e religiosa que diz representar. Confundiu projeto nacional com proselitismo de uma agenda radical de identitarismo pós-moderno.

12) O PT se aliou e incentivou politicamente a pior escória da sociedade brasileira: Eduardo Cunha, Cabral, Temer etc. no sistema partidário; Fiesp, cartel de bancos e agronegócio no sistema produtivo; pastores evangélicos como Silas Malafaia [governo Lula] e Edir Macedo como forma de dialogar com as classes populares urbanas. Deu no que deu.

E isso é só PRA COMEÇAR.

Por: André Luiz dos Reis.

3 Comentários

  • Discordo de TUDO. Vamos lá:
    1- ‘Tripé macroeconômico’ – que governo não estabelece metas, seja fiscais ou com relação à inflação? Isso é errado? E não intervir no câmbio, também? Me mostre onde funciona fazer diferente.
    2 – “A macroeconomia neoliberal desindustrializou fortemente o país” (e blá-blá-blá) – Não faltaram créditos estatais para grandes, médios e pequenos produtores de todo tipo e tivemos inúmeros programas de interferência estatal na economia, como o MCMV. O mercado mundial não obedece à nossa vontade e nem à dos governos. Tivemos uma época de crise mundial e retração de mercados – que, no entanto, seguiu comprando ‘commodities’. E o PT não foi ‘limado do ABC paulista’ – tanto que elegeu prefeito lá.
    3 – Criticar o pleno emprego, quando ocorreu, é uma desonestidade, pois abrangia diversas áreas. E o PT qualificou gente pra dedéu, via escolas técnicas, FIES, cotas, cursos de treinamento em petróleo e gás …
    4 – Juros privados caros não é um privilégio dos governos petistas. Sempre foram caros. O cartel dos bancos e financeiras é o mais poderoso do país, seguido pelo da mídia. O que o PT fez, em dado momento, foi oferecer juros em bancos públicos a taxas bem mais baixas.
    Não há país que tabele juros bancários e nem se regula juros por decreto …
    5 – O Bolsa-Família (blá-blá-blá) … um programa de renda mínima que garante que muitos não morram de fome e ainda tem as contrapartidas de exigir que as crianças estejam matriculadas em escola e vacinadas. Falar que é ‘neoliberal’ é bobeira: faz melhor.
    6 – O PT não vendeu mito nenhum. A mudança de classe é gradual e quem não sabe disso é que é idiota – mas qualquer melhora numa das piores distribuições de renda do mundo é louvável, e isso o PT fez a passos largos em pouco mais de uma década, com toda oposição possível e imaginável.
    7 – ” O PT não defendeu” (e blá-blá-blá) … hahaha o PT tem que ser o baluarte de todos e de tudo! Não é tarefa dos sindicatos, centrais, movimentos sociais fazer nada, né bebé?
    8 – “Bolsa-empresário” e desonerações – o país atravessou a maior crise política em décadas, com um golpe em cima do outro (mensalão, petrolão, impeachment) e você vem me falar que a culpa é de uma suposta má-gestão? Crise fiscal sim, pois havia uma cris e política e econômica induzida, além de dificuldades internacionais. Nem sempre o mar é de almirante.
    9 – Conversa pra boi dormir é acusar sem provar nada.
    10 – “O PT não defendeu o preço” kkkk estado que tabela preços? O PT foi acusado de NÃO aumentar a energia e os combustíveis, agora vem você acusá-lo do oposto? O aumento do custo de vida existiu, em função da própria crise política, mas assim mesmo o PT deixou um país melhor que o que pegou COM CERTEZA.
    11 – ‘Agenda de costumes contrárias à sociedade’ … êpa … senti o cheiro de bolsominion fundamentalista.
    12 – “O PT se aliou à pior escória …” amigo, aliado é quem te ajuda a aprovar projetos de interesse do povo e do país. “Deu no que deu” – me ensina uma vacina contra golpe na América Latina. Engenharia de obra pronta todo mundo faz. Quero ver é lá, na refrega do dia a dia.
    PT saudações!

    0

    0

  • Errou “apenas” no item 11. O PT literalmente rifou os direitos das minorias para a bancada da Bíblia, de maneira nenhuma o partido das tramóias promoveu aquilo que o senhor duginista bolivariano rotula pejorativamente como “identitarismo pós-moderno”.

    0

    0

Deixe uma resposta