RICARDO CAPPELLI: Um cadáver torturado no colo da esquerda?! Gravíssimo!

Flávio Bolsonaro divulgou hoje no twitter um vídeo inacreditável com a autópsia de Adriano, o miliciano assassinado na Bahia. Isso mesmo, vídeo do cadáver sendo revirado no Twitter.

Segundo o senador, sete costelas quebradas, coronhada na testa, queimado no peito por ferro e com dois tiros à queima roupa. Um dos zeros do presidente insinua que o miliciano foi torturado. Por quem? Pela polícia da Bahia. Dirigida por quem? Pelo PT para que ele confessasse crimes da família presidencial!

Oi? É isto mesmo. Estão tentando jogar um cadáver torturado no colo dos companheiros. Contra um assassino torturador – o PT – qualquer violência se justifica. Querem vestir esta roupa na esquerda.

Algumas perguntas:

Como Flávio Bolsonaro teve acesso a este vídeo?

O que fazia Eduardo Bolsonaro na Bahia no dia do assassinato?

Rui Costa tem controle sobre a tropa? É questão de vontade ou competência do governador? Claro que não!

Montaram uma arapuca para Rui e para o PT. O fato é gravíssimo. Tudo indica que está sendo gestada uma brutal ofensiva contra a esquerda. Não sejam ingênuos. Não é só contra o PT!

Ontem a greve dos petroleiros foi declarada ilegal. Foi autorizada a demissão dos grevistas, vergonhosamente cercados e isolados pela grande mídia. A direção está autorizada a demitir, demitir por justa causa petroleiros em greve!

As sombras estão avançando. Os fantasmas do Riocentro voltaram a assombrar o Brasil. É preciso unir todos. Amplamente. A democracia está derretendo.

Por: Ricardo Cappelli.

2 Comentários

  • olha, o governador pode nao ter controle sobre uma tropa de milhares de homens. mas não tem controle sobre seu secretário de segurança? Pessoa nomeada por ele?
    É verossímil que este secretário nomeado por ele não o tenha informado da operação que iria ocorrer? é verossímil que este secretário juntamente com o governador não consiga juntar duas dúzias de homens de confiança pra fazer uma operação em área rural para prender um único homem com vida?
    É razoável que sabendo do risco da operação o governador não tenha exigido o registro da ação?

    E depois da cagada feita, o que explica o desdém de Rui pelo caso? Valorizando o trabalho da polícia, dizendo que nao se interessa por miliciano e que tudo ocorreu perfeitamente? Ora, se foi traído desta forma pq nao ordena imediatamente uma investigação por pessoas de sua confiança?

    Pelo amor de Deus… O cara é governador há 6 anos. Seu aliado foi antecessor. Se a esta altura nao consegue realizar uma simples operação de prisão com vida, é um incompetente. Melhor este juízo do que a alternativa. A de que seja um traidor mesmo…

    1

    0

Deixe uma resposta