RICARDO CAPPELLI: “Só uma coisa é certa: quem estiver na lista não será”

RICARDO CAPPELLI Só uma coisa é certa quem estiver na lista não será bolsonaro lista tríplie pgr

“SÓ UMA COISA É CERTA: QUEM ESTIVER NA LISTA NÃO SERÁ”.

A afirmação é de Jair Bolsonaro sobre o processo de escolha do novo Procurador Geral da República. É preciso verificar se a promessa será cumprida. Recuar é o esporte predileto do Capitão. Se acontecer, será uma lição e tanto na “autoproclamada” esquerda, sequestrada pelas corporações.

A PGR é uma instituição de Estado. Não é governo. Mas quem é o chefe de Estado? O Presidente da República, eleito democraticamente pelo povo. Cabe a ele, segundo a Constituição Federal, indicar livremente o chefe do Ministério Público Federal, exercendo o poder que o povo lhe concedeu.

A tal lista tríplice da corporação é uma jabuticaba. Não é regra legal. Trata-se de uma tentativa da corporação de usurpar um poder popular. Uma tentativa tacanha de substituir a vontade popular pela “legitimidade” do concurso público.

Ao se descolar do interesse nacional e se colocar como ponta de lança do desmonte de empresas estratégicas como a Petrobras – assinando acordos para criação de fundos e outras aberrações -, os procuradores mancham e diminuem o papel do MPF.

Será curioso ver o Capitão – que foi apoiado em sua caminhada pela Lava Jato – colocando o MPF de volta na sua “caixinha”.

Por Ricardo Cappelli

Deixe uma resposta