CIRO GOMES: Para pensarmos e pressionar por providências imediatas!

O Brasil tem cerca de 208 milhões de habitantes.

Se, na melhor hipótese, apenas 10% da população contrair o coronavírus, serão 20 milhões e 800 mil pessoas infectadas.

Deste montante, 5 pessoas em cada 100 tendem a desenvolver a forma grave da doença, ou seja, 1 milhão e 40 mil pessoas precisarão de respiradores e de UTI. No Brasil todo existem ao redor de 40 mil leitos de UTI, na rede pública são apenas 18 mil leitos.

Saltam destes números frios duas consequências óbvias:

1. É preciso radicalizar o isolamento social para diminuir desesperadamente a velocidade destes números!

2. É inadiável a expansão acelerada de leitos de UTI e de compras de respiradores!

E uma providencia socioeconômica já: o isolamento só pode ser radicalizado, como necessário, com a IMEDIATA criação de um programa de renda mínima para TODOS os trabalhadores, começando pelos desempregados, autônomos e informais!

O dinheiro para iniciar e sustentar por três meses está hoje no caixa único do tesouro nacional. São cerca de R$ 150 bilhões de reais se o valor da renda for R$ 800 reais por pessoa, por mês, durante 3 meses.

Por Ciro Gomes

Deixe uma resposta