CIRO GOMES: Sobre o segundo turno das eleições municipais

O primeiro turno das eleições de 2020 foi um importante recado do povo brasileiro contra a polarização odienta que levou Bolsonaro à presidência do Brasil e o país à sua pior crise econômica, social e de saúde pública.

Os discursos de ódio e de antipolítica também saíram derrotados.

O meu partido, o PDT, com a liderança de Carlos Lupi, saiu do primeiro turno como o partido do campo progressista com mais prefeitos e vereadores eleitos.

Além disso, nas capitais estamos com candidatos favoritos no segundo turno em Fortaleza e Aracaju.

Na capital cearense, José Sarto (PDT) está travando uma luta contra um candidato do Bolsonaro, que ajudou a organizar motins e colocou a população cearense como refém. Sem dúvida, Fortaleza mostrará sua força mais uma vez e derrotará o candidato bolsonarista.

José Sarto (PDT) e Ciro Gomes. Foto: XANDY RODRIGUES/Estadão Conteúdo
José Sarto (PDT) e Ciro Gomes. Foto: XANDY RODRIGUES/Estadão Conteúdo

Participamos também ativamente da vitória em Salvador, de Bruno Reis (DEM), com quem compomos a chapa com nossa vice, Ana Paula Matos.

Estamos ainda com a vice em Recife, Maceió e Rio Branco em aliança com o PSB, que estão disputando o segundo turno, com João Campos, JHC e Socorro Neri, respectivamente.

Elegemos também no primeiro turno nosso candidato em Niterói (RJ) e ainda estamos concorrendo em Campos dos Goytacazes (RJ) e Serra (ES), que são cidades com mais de 200 mil eleitores.

Ou seja, vivemos um momento muito importante para o trabalhismo.

Estamos apoiando também outras candidaturas no segundo turno, como Boulos (PSOL), em São Paulo e Manuela (PCdoB) em Porto Alegre. Além disso, estamos coligados com o PSOL em Belém, com Edmilson.

No caso de São Paulo, aguardei até hoje o posicionamento de Márcio França, que optou por neutralidade neste segundo turno. Nós do PDT respeitamos sua decisão, mas definimos o apoio a Boulos por compreendermos que São Paulo precisa mudar.

Parabenizo ainda a brilhante reeleição do meu amigo Kalil, que me apoiou nas eleições de 2018, em Belo Horizonte. Foi resultado de seu ótimo trabalho à frente da prefeitura. O PDT fez parte da coligação que o ajudou nessa conquista.

Os resultados também demonstram que a estratégia de uma ampla aliança de centro-esquerda é possível e que, a partir das cidades, poderemos fazer as mudanças que o Brasil precisa.

O povo brasileiro está demonstrando sua força e a vontade que o país volte a trilhar a boa política. Vamos em frente e seguir lutando contra o presidente genocida e corrupto.

Por Ciro Gomes

1 Comentário

Deixe uma resposta