Começou hoje o Fórum Social Mundial, em Salvador – BA

Na manhã desta terça-feira (13) o Portal Disparada acompanhou a coletiva de imprensa que deu início às nossas atividades de cobertura do Fórum Social Mundial, que ocorre em Salvador-BA entre os dias 13 e 17 de março.

O evento, que tem como tema central “Povos, Territórios e Movimentos em Resistência”, e slogan “Resistir é criar, resistir é transformar”, contará com mais de 1600 atividades, como seminários, plenárias, oficinas, atividades culturais e conferências.

A coletiva contou com a presença de diversas mídias progressistas, e em sua mesa estavam presentes Rita Freire, do Ciranda, órgão que integra o Conselho Internacional do FSM; Mariana Dias, presidenta da União Nacional dos Estudantes – UNE; Mauri Cruz, membro do GT de organização do FSM 2018; e Milena Nascimento, representante dos povos e comunidades de terreiros na Bahia.

Na manhã desta terça-feira (13) o Portal Disparada acompanhou a coletiva de imprensa que deu início às nossas atividades de cobertura do Fórum Social Mundial, que ocorre em Salvador-BA entre os dias 13 e 17 de março.Na manhã desta terça-feira (13) o Portal Disparada acompanhou a coletiva de imprensa que deu início às nossas atividades de cobertura do Fórum Social Mundial, que ocorre em Salvador-BA entre os dias 13 e 17 de março.

Durante a coletiva, foi destacado o protagonismo de todos os participantes do evento, tendo em vista que o FSM nasceu como projeto autogestionado, como uma construção coletiva, dentro da qual organizações e sujeitos controlam as atividades de forma autônoma, através de facilitadores, como o Conselho Internacional, que discute as questões estruturais que possibilitam a organização e a dinâmica do evento. Ressaltou-se, ainda, a importância do FSM como resistência à conjuntura nacional e internacional de retrocessos dos direitos sociais.

Nascido em Porto Alegre em 2001, o FSM é uma iniciativa de organizações e movimentos sociais, que, inicialmente, se mobilizaram em oposição ao Fórum Econômico Mundial, realizado anualmente desde 1974, em Davos, na Suíça, notadamente associado ao neoliberalismo.

Em seus encontros, o FSM objetiva a promoção de diálogos abertos e descentralizados, de reflexões coletivas, a troca de experiências entre os movimentos sociais presentes, a formulação de propostas alternativas ao padrão econômico e social mundial, entre outros, sempre com a perspectiva de resistir ao avanço das forças neoliberais, em especial nos países subdesenvolvidos.

A edição de 2018 conta com uma peculiaridade. Nas edições anteriores, a Assembleia Mundial de Mulheres ocorria antes da marcha de abertura do Fórum. Esse ano, a Assembleia ocorrerá no dia 16/03, sendo o centro do FSM, para representar o protagonismo das mulheres no enfrentamento ao neoliberalismo.

O FSM 2018 tem espaços, equipamentos, alojamentos e alimentação cedidos pelo Governo do Estado da Bahia. A expectativa é de reunir cerca de 80 mil pessoas, das quais 10 mil são vindas de 120 países. Antes do primeiro dia de atividades, 25 mil pessoas já haviam se inscrito.

As atividades ocorrerão, principalmente, no Campus de Ondina da Universidade Federal da Bahia (UFBA), além de programações no Estádio de Pituaçu, no Parque São Bartolomeu, na Concha Acústica, na Biblioteca Central, no Palacete das Artes, no Pelourinho, nos Centros Culturais de Alagados e Plataforma, dentre outros.

A abertura do FSM, que não tem um ato tradicional, ocorreu com a caminhada no Campo Grande até a praça Castro Alves.

Na manhã desta terça-feira (13) o Portal Disparada acompanhou a coletiva de imprensa que deu início às nossas atividades de cobertura do Fórum Social Mundial, que ocorre em Salvador-BA entre os dias 13 e 17 de março.Na manhã desta terça-feira (13) o Portal Disparada acompanhou a coletiva de imprensa que deu início às nossas atividades de cobertura do Fórum Social Mundial, que ocorre em Salvador-BA entre os dias 13 e 17 de março.Na manhã desta terça-feira (13) o Portal Disparada acompanhou a coletiva de imprensa que deu início às nossas atividades de cobertura do Fórum Social Mundial, que ocorre em Salvador-BA entre os dias 13 e 17 de março.

Texto por Amanda Salgado e Beatriz Miquelin

Fotos por Amanda Salgado

1 Comentário

Deixe uma resposta