Datafolha: Lula lidera; Ciro bateria Bolsonaro

Foi divulgada a mais esperada pesquisa eleitoral realizada até este momento para as eleições presidenciais de 2018. Passada a greve dos caminhoneiros, o Datafolha foi às ruas nos dias 6 e 7 de junho para saber como está a vontade do povo para outubro. Lula, novamente, foi o destaque da pesquisa.

Impressiona. São dois meses de prisão, uma única aparição “pública” (em depoimento ao juiz Bretas como testemunha de Sérgio Cabral) e Lula continua liderando com folga as intenções de voto.

Sem Lula, mais de um terço dos eleitores se declara “sem candidato” (34%). Nesse cenário, Jair Bolsonaro mantém seus 19%. Seu apoio declarado à greve dos caminhoneiros não gerou melhora de desempenho. Ciro Gomes, por sua vez, chega a 11% na hipótese de o PT não disputar o pleito, ficando com 6% caso o ex-presidente consiga se livrar na Justiça para concorrer.

Marina Silva também apresenta resultados bem diferentes com ou sem Lula na disputa. 10% dos entrevistados escolheriam a ex-ministra nas urnas mesmo com o petista na disputa; sem ele, 15%.

Simulando diversos cenários hipotéticos para o segundo turno, a pesquisa traz resultados igualmente impressionantes.

Lula venceria – muito tranquilamente – Alckmin, Marina Silva e Bolsonaro.

Se as eleições fossem hoje, Marina venceria os demais concorrentes sem a presença de Lula caso estivesse no segundo turno. As avaliações mais recentes, contudo, dão conta de que caso o petista não consiga lançar sua candidatura, o segundo turno seria composto por Ciro Gomes e Jair Bolsonaro. A vitória, apertada, seria do candidato trabalhista. O paulista radicado em Sobral-CE, inclusive, ratificou o fortalecimento observado nas últimas semanas, como mostra a pesquisa do Datafolha. Ciro venceria também Alckmin e Haddad no segundo turno.

Na sexta-feira (08 de junho), o PT lançou a pré-candidatura de Lula, mostrando que o partido levará até as últimas consequências a intenção de eleger novamente o ex-presidente.

Candidato ou não, Lula desempenhará papel fundamental nas eleições de 2018. 40% dos entrevistados que declararam voto no petista disseram não ter em quem votar caso ele não participe da disputa. Ao que tudo indica, Lula livre vencerá; Lula preso decidirá quem será o Presidente da República a partir de 2019 (para o bem ou para o mal).

Destacam-se também os péssimos resultados do PSDB em mais uma pesquisa eleitoral. Em todos os cenários de primeiro turno, Alckmin variou entre 6% e 7%. Será mais uma semana tensa para o ex-governador do estado de São Paulo, que vê Doria, no retrovisor, pedindo passagem.

3 Comentários

  • Lula lidera o que mesmo? Está tendo alguma eleição entre os detentos da carceragem da PF de Curitiba pra escolher um líder entre os presos. Quanto tempo levará para que esses fanáticos alucinados entendam que esse senhor não pode ser e não será candidato a nenhum cargo eletivo, pois os dias que lhe restam viverá preso e quando sair de sua cela a velhice o impedirá de participar da vida pública.

    0

    3

Deixe uma resposta