VAZA-JATO: Força Tarefa, em conluio com Modesto Carvalhosa, articula impeachment de Gilmar Mendes

Nesta segunda feira (16) o jornalista Reinaldo Azevedo, em parceria com o The Intercept Brasil, publicou mais um capítulo da série de vazamentos que desnuda as relações promíscuas de diversos agentes do Estado no âmbito da operação Lava-Jato.

Neste capítulo, o líder da força tarefa do MPF, Deltan Dallagnol, aparece articulando o pedido de impeachment do Ministro do STF, Gilmar Mendes, com sua colega, a procuradora Thaméa Danelon.

O pedido, que fora assinado pelo advogado Modesto Carvalhosa, chegou a ser REVISADO pelos membros da força tarefa, num flagrante afronte ao Estado de Direito, como se vê abaixo.

Não para por ai. Deltan e o MPF abertamente praticam a mais torpe perseguição política aos seus adversários. Muito além das atribuições institucionais, os procuradores atuam como verdadeiros inquisitores. Chegam ao cúmulo de articular a perseguição a esposa de Gilmar Mendes, visando atingir o ministro.

O novo procurador geral da república, Augusto Aras, havia manifestado a intenção de nomear a procuradora Thaméa par chefiar o grupo da força tarefa que atua dentro da PGR. Depois das evidências de sua atuação escusa, caberá ao novo mandatário do Ministério Publico a aventura de empoderar alguém com um histórico de atuações ilegais.

Confira a íntegra no blog do Reinaldo Azevedo.

 

 

1 Comentário

Deixe uma resposta