Especial sobre a crise política na Guiné-Bissau – Parte IV

Presidente do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) fala sobre o futuro da Guiné-Bissau após a Resolução do Conselho de Segurança da ONU.

Por Wellington Calasans, para o Portal Disparada

Para encerrar a série de entrevistas sobre a crise político-institucional na Guiné-Bissau, o jornalista correspondente Wellington Calasans entrevista o ex-primeiro-ministro e presidente do histórico partido de Amílcar Cabral, o PAIGC, Domingos Simões Pereira.

Simões Pereira comenta a Resolução do Conselho de Segurança da ONU e expõe a sua visão sobre os caminhos a seguir para que o país possa recomeçar, após anos de instabilidade política, golpes e guerra civil.

O Conselho de Segurança da ONU quer que a nomeação de novos membros do governo obedeça a Constituição e os resultados das eleições legislativas de março de 2019.

A entrevista vai ao ar no YouTube do Portal Disparada neste sábado (04/07/2020), às 06h00 no Brasil, às 09h00 na Guiné-Bissau, e às 11h00 na Suécia, onde se encontra o correspondente internacional, Wellington Calasans. Assista pelo link:

Assista todas as entrevistas do especial sobre a crise política na Guiné-Bissau:

Especial sobre a crise política na Guiné-Bissau – Parte I: Wellington Calasans entrevista Rui Landim

Especial sobre a crise política na Guiné-Bissau – Parte II: Wellington Calasans entrevista Luís Vaz Martins

Especial sobre a crise política na Guiné-Bissau – Parte III: Wellington Calasans entrevista Muniro Conté

Deixe uma resposta