GUSTAVO CASTAÑON: Por que se importar conosco? (II)

Li na página de um amigo a reprodução da “análise política” daqueles mercenários que o PT paga através de contratos com prefeituras e sindicatos para espalhar as “análises” necessárias para manter a esquerda se submetendo ao seu jugo hegemônico.

Essas análises mesmas que nos levaram a Bolsonaro.

Nela, o indivíduo dizia que o PT teve 45% dos votos nacionais no seu pior momento.

Fato.

Então porque se importar conosco?

Diz também que foi o que elegeu mais governadores.

Mas um foi o Camilo…

Então porque se importar conosco?

O indivíduo ainda diz, no seu delírio permanente com Tabata, que ela tem base, e que Ciro, que teve um oitavo dos votos nacionais, não tem base.

Não tem “base”.

Então porque se importar conosco?

Diz que em breve ele não será convidado para eventos como congressos da UNE e “policiais antifascistas”…

[Pausa para reflexão]

Deixe-nos pra lá, porque se importar conosco?

Diz que ele vai pelo mesmo caminho de Marina e Cristovam, que não vai refundar o Brizolismo…

Então porque só falam de nós?

Eu respondo.

É porque o PDT e Ciro tiveram sozinhos metade dos votos do PT, PCdoB e PSB juntos no primeiro turno.

É porque dos votos de Haddad no segundo turno, um terço vieram de Ciro, e isso só ocorreu porque do outro lado era Bolsonaro. Nunca mais acontecerá.

É porque Ciro elegeu Tabata e não o contrário, e porque Tabata fala para a juventude brasileira atual e eles não.

É porque a base do PT já foi destruída como a conhecíamos, o PT perdeu na classe média para Ciro em todo o país, na base sindical, nas universidades. O PT ganhou de Ciro com voto de grotão, é só olhar nos mapas eleitoras. Não há base do PT, há força eleitoral de Lula.

É porque a “base” eleitoral do petismo hoje no sul e sudeste são os 2% da Márcia Tiburi e a votação do Luiz Marinho em SP e da Dilma em MG.

É porque se eles não convidarem o Ciro para um evento universitário não enchem nem metade de um auditório.

É porque nós podemos até seguir o caminho de Marina, de Cristóvam, de Freixo, de Plínio, de Brizola ou do que quiserem, mas seguiremos com dignidade.

O único caminho que não seguiremos mais em nenhuma hipótese é o de Lula.

Porque Lula, vocês sabem né?

Serviu o rentismo e a concentração de renda no país por 16 anos e seu caminho deu aonde?

Deu em nós presos com Bolsonaro.

E ele preso em Curitiba.

3 Comentários

  • Bom dia.espetacular a sua reflexão..como BRIZOLISTA assino em baixo

    1

    0

  • Se esse delirante tivesse algum contato com política real, em vez de palpitar higienicamente à distância, veria o tamanho da “base” que Ciro tem na realidade concreta. Esse oportunista abilolado foi a expressão eleitoral da classe média que gostou de expressar seu antipetismo sem precisar aderir à outra opção biruta, muito violenta.

    5

    0

Deixe uma resposta