Lava-Jato descendo a ladeira

As derrotas da Lava-Jato vem se acumulando na última semana. Novos crimes de Moro e cia. vem à tona, inclusive com perseguição ilegal da filha de um suspeito da Lava-Jato.

Dallagnol, por sua vez, foi pego com as calças arriadas apoiando uma das procuradoras da Força Tarefa a colaborar ilegalmente com um advogado que pretendia pedir o impeachment do Ministro do STF Gilmar Mendes.

Gilmar Mendes voltou a dar entrevistas descascando a Lava-Jato, comparando a República do Não Brasil a uma verdadeira organização criminoso. Ontem, avisou que a suspeição de Moro será julgada até novembro.

Enquanto isso, um juiz próximo a Gilmar Mendes, o magistrado Ali Mazloum, da 7ª Vara Federal de São Paulo, recusou uma denúncia da Lava-Jato contra Lulla-lá e seu irmão Frei Chico. Mazloum chamou a denúncia de uma ”aberração”, ”inepta”, ”ridícula”, um conjunto de ”suposições e interpretações” do qual se encontra ausente a mínima prova. Não bastasse a humilhação, o despacho coloca em xeque o instrumento da delação premiada, com que a Força-Tarefa tentou desde sempre dar ares de verdade às suas sandices.

Por fim, Serginho do Mal está mais uma vez com a crista arriada, sem saber se sai do Reino, como quer boa parte da Grande Mídia — tanto a que criou repulsa por ele como aquela que ainda a protege –, ou se enfrenta novas e continuadas humilhações.

A Lava-Jato vem sendo fritada, desarticulada, acuada, desmembrada e neutralizada pouco a pouco, gradualmente. Mas ainda é pouco. Os vazamentos de Greenwald vem fazendo um grande estrago e permitindo aos poderes da República se recuperarem contra a investida do ”tenentismo jurídico”. Mas as conexões entre os rostos mais conhecidos da Operação e as agências de inteligência ianques ainda não foram esmiuçadas. E a Lava-Jato só vai ser inteiramente tirada a limpo quando estas conexões começarem a vir à tona.

[Para os que ainda teimam que isso não passa de ”teoria da conspiração”, notem que tudo que tenho denunciado nos últimos anos sobre o caráter da Força-Tarefa vem sendo provado nos últimos meses.]

Por André Luiz dos Reis.

Deixe uma resposta