Manaus sem oxigênio é tragédia anunciada do governo Bolsonaro

Por Thiago Manga – O Estado do Amazonas vive dias de filme de terror, e dezenas de estados caminham para o mesmo roteiro tenebroso e que chega a dar ódio no peito de quem assiste impotente o tamanho da crueldade de tanta gente irresponsável e portanto, CRIMINOSA.

Gente que não pode ser chamada de gente. Pelo menos não como a gente. Gente como Alexandre Garcia, que foi porta-voz de ditador nacional e passou anos sendo elevado à exemplo de profissional do jornalismo – este mesmo jornalismo que aqui se indigna – pela TV Globo, que se tem algo em comum com a família Bolsonaro, é ter promovido e apoiado um regime que torturou e assassinou milhares de brasileiros e brasileiras.

Gente como Bia Kicis, deputada bolsonarista, que ou é desorientada, ou é canalha e mal-intencionada. Ou como Caio Coppola, que só pensa em dinheiro enquanto ganha o seu sendo promovido a debatedor em emissoras como a CNN Brasil, nascida para ser defensora da covardia institucionalizada, ou a Jovem Pan, que na boca de quem tem vergonha na cara nesse país descarado, virou “jovem Klan”, em referência a Ku Klux Klan (KKK), organização racista dos EUA que queimou negros e negras vivos nos EUA, e que sempre manteve relação de cordialidade com Donald Trump, que agora tenta assassinar a democracia norte-americana, como já fez com 400 mil compatriotas.

Ou como o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que se tivesse um pingo de honra, não tinha agido como pau mandado de bandido ao ir em Manaus dias atrás para, segundo a imprensa, coagir médicos e médicas a empurrarem cloroquina no povo que começava a lotar os postos de saúde.

E gente como o próprio governador ao Amazonas, Wilson Lima, do PSC, partido que promove o fundamentalismo religioso ao mesmo tempo que espalha a islamofobia, pois claro, terroristas são sempre os outros, nunca são os que em nome da fé cristã a qual eu comungo, espalham o medo, o ódio e a mentira. E nessa doutrina, a cristã, sabemos que é o “pai da mentira”. Wilson Lima que apoiou e é ainda hoje aliado de Bolsonaro. E que tem a pachorra de se fingir cumpridor da vontade popular quando na verdade, foi eleito para defender os interesses do povo usando o seu próprio discernimento. As pessoas elegem líderes políticos justamente para isso.

A “vontade popular” fora do período eleitoral é facilmente coagida e distorcida, ou alguém aí se esqueceu do Golpe de Estado promovido contra Dilma Rousseff e que arremessou a democracia e o país nesse estrume envernizado que vivemos? Aliás, só tem piorado. E às custas da fome, do desemprego e das mais de 200 mil famílias destruídas pela covid-19, claro, com a ajuda decisiva de Bolsonaro e sua claque de insanos e vagabundos. Me desculpem, mas eu não tenho conseguido polir as palavras enquanto assisto meus irmãos e irmãs serem dizimados por todo o país.

Gente pobre, humilde e trabalhadora, sem acesso à informação e educação de qualidade, sendo empurrada para celebrar o próprio enterro, enquanto os covardes invocam Deus no discurso, mas agradam é o diabo promovendo o genocídio do nosso povo. Eu não vou descansar enquanto não assistir, UM POR UM, esses bandidos e bandidas pagarem pelo que fizeram e continuam fazendo!

Pois não satisfeitos, espalham mentiras também sobre as vacinas, enganando o povão desesperado e perdido, e fazendo com que a irresponsabilidade se multiplique mais que o desemprego e o valor do dólar. Eu não aceito que culpem o povo brasileiro! Nossos irmãos e irmãs estão sendo enganados por essa gente (salve Cazuza!) se faz de careta, mas é mesmo somente covarde.

Que o povo brasileiro acorde de uma vez por todas! Precisamos todos nos unir para ajudar o nosso povo a se livrar dessa turma vil e desprezível, que tem tirado mais vidas que os empregos destroçados pela saída anunciada da Ford do Brasil, já que esse governo destruiu tudo: vidas, economia e o próprio discernimento de milhões de pessoas que nasceram, vivem e estão morrendo nesse chão sujo de sangue de inocentes desde a colonização, passando pela escravidão e chegando no surto fascista pós-2013. Não esqueçamos também aqueles que promoveram tudo isso e que agora “fazem a sonsa”, tentando iludir a todos nós e fingindo que estão preocupados. Nunca estiveram!

Meus irmãos, minhas irmãs, se teu corpo treme inteiro perante uma injustiça em qualquer lugar do mundo, somos companheiros. Sempre seremos. Não é possível que não sejamos capazes de nos unir para fazer cessar a maior covardia e injustiça cometida na história “democrática” desse país. Precisamos derrubar esse governo genocida e levar à justiça todos aqueles que se locupletaram da tragédia nacional.

Contem comigo nessa luta, assim como eu conto com cada um de vocês!

Por: Thiago Manga, jornalista e militante trabalhista.

O Estado do Amazonas vive dias de filme de terror, e dezenas de estados caminham para o mesmo roteiro tenebroso e que chega a dar ódio no peito de quem assiste impotente o tamanho da crueldade de tanta gente irresponsável e portanto, CRIMINOSA.

Deixe uma resposta