RICARDO CAPPELLI: Duvivier é o bambolê da direita identitária

Ele apresenta um programa chamado Greg News na norte americana HBO. Como toda esquerda do Leblon, posa de moderninho multiculturalista. Entre uma taça de champanhe e um bom “charuto” na casa de Paula Lavigne, fala sobre o futuro da esquerda brasileira após o “óbvio fim da luta de classes”.

Já animadinho pelas ondas do Arpoador, pega seu bambolê, substitui as roupas de grife pelo visual hippie chic e vai dançar ciranda na Praça Salvador no Rio, meca da esquerda descolada. Lá, se alista no time de animadores “performáticos”, declama e dança. Tudo gravado em vídeos com os quais pretendem escandalizar os papais-classe-média-alta de Ipanema.

Nas férias vão aos EUA bater um papo cabeça com Bernie Sanders, fazer selfie com Mélenchon em Paris e montar uma rede de intelectuais multiculturalistas. De vez em quando alugam jipes blindados e fazem “aventuras antropológicas” de visita ao povo em Santa Cruz e na Baixada Fluminense.

Têm horror aos chineses, para eles um povo atrasado governado por uma ditadura assassina. Consideram Putin uma ameaça ao moderno e multicultural mundo ocidental.

Não espanta que Duvivier tenha comparado Bolsonaro à Lênin. Pseudointelectual de YouTube, há três hipóteses para a infelicidade. A primeira é que este jovem anticomunista não leu nada. A segunda é que leu e não entendeu bulhufas.

A terceira, e mais provável, é que ele faz do perfil avançadinho pós moderno um biombo através do qual presta seus serviços ao establishment. Bater de frente de verdade com o sistema cobra seu preço. “E os meus contratos?”

O humorista da elite ataca Lênin e os Bolcheviques. Ataca o conceito de Partido do Povo e vende, sem nenhuma cerimônia, a cantilena da CIA de que não é necessário nenhum partido (só o deles, claro), de que o povo liberto toma o país em suas mãos de forma espontânea. Livre, conduz a revolução colorida, vitoriosa com flores e poemas. Depois dessa, é certo o aumento na norte americana HBO.

Impressiona que parte esclarecida da esquerda brasileira ainda dê audiência a este tipo de gente. No momento em que a contradição entre capital e trabalho atinge seu ápice com milhares de desempregados estruturais no mundo, animadores de auditório patrocinados pelo Tio Sam se travestem de moderninhos comportamentais para afastar a esquerda do povo e negar a atualidade da luta de classes.

Atacam Lênin e os Bolcheviques mas preservam, por enquanto, a China. Seria bandeira demais, o DEA é profissional. São a velha quinta coluna financiada pela CIA. Patrocinam moderninhos e ong’s multiculturalistas através de Soros e da Fundação Ford no mundo todo.

Greg, com todo respeito, de News você não tem nada.

12 Comentários

  • O amigo não entendeu que Duvivier não tava atacando ao Lenin, apenas estava mostrando como Bolsonaro está fazendo burrice. Marxismo não pode ser religião e vc tem que melhorar sua compreensão do mundo.

    12

    3

  • Texto ruim. O colunista tem liberdade para fazer seus investimentos. A esquerda tem que se recriar, pois é um experimento recente na sociedade. E, mais: tem a terceira via e os anarquistas.
    Vcs devem criticar a
    “tudo isso que tai ” e vai barbarizar o que restou do experimento sindicalista neoliberal que traiu a esquerda.
    Mirem os alvos certos. Precisam de óculos?

    5

    2

  • Gregório deu uma bela de uma ramelada nesse último programa mesmo.
    Perdidaço. Nega a luta de classes, nega o papelão que o PT fez nas últimas eleições.
    Claro que ele não é sozinho, tem uma equipe, mas será que tava tão ruim de estagiário assim que não deu pra pesquisar que se somasse os 31,3mi de votos do Haddad mais os 13,3mi de votos do Ciro ainda faltava 4,6mi de votos pra chegar nos 49,2mi do Bolsonaro? Ou matemática é coisa de “coxinha”?
    Ciro falou o suficiente pra qualquer um entender que ele votaria no outro que não o Bolsonaro.
    Gregório nega 1989, quando a esquerda trabalhista de verdade, que lia, que estudava, que sabia fazer conta, de Leonel Brizola perdeu a centralidade para o PT. Com Brizola tendo a humildade de apoiar Lula no segundo turno e posteriormente concorrer como vice! O pai da campanha da legalidade, o único brasileiro governador de duas unidades federativas, que enfrentou os militares e sofreu no exílio, como vice de um líder sindical.
    Gregório ignora as ações de Lula e da cúpula do PT liderada por Gleisi contra o PDT, contra seus próprios quadros (vide Marília Arraes) e contra vários aliados de longa data.
    O PT tem perdido sua oportunidade de autocrítica e figuras como o Greg passam pra o partido a ideia de que ‘tá tudo bem’. Paciência. Os trabalhistas de verdade estão mais vivos do que nunca e os membros da ala “esquerda que a direita gosta” do PT devem se encontrar em minoria em breve.

    3

    4

    • Oi? Onde vc viu isso tudo? O programa que eu assisti, ele ironiza o governo (em formação) de Bolsonaro e dá umas dicas de que essa preocupação toda com a “ameaca comunista” é uma cortina de fumaça para as próprias intenções ideológicas. Teve outro em wue Greg rasga seda pro PT? Esse não vi…

      4

      2

  • Vocês não aceitam a falha do Ciro, ele e o irmão erraram feio, não era momento pra orgulho e muito menos ir pra Europa, abandonou toda a família política a própria sorte, foram grosseiros, egoístas, vingativos, sem humildade e fizeram como Pilatos. Se o Pt errou o Pdt errou muito mais, e as vítimas somos nós…

    2

    6

  • Texto preconceituoso, maniqueísta e reducionista. Escrito com o fígado e não com a cabeça.

    3

    0

  • Vim aqui por indicação de Ciro Gomes para ler o texto do Gustavo Castañon. Estou chocado por encontrar no mesmo site um pivete de 12 anos birrando contra sua última briguinha de colégio. Com gente desse baixíssimo nível fica difícil levar a sério os blogs políticos da Internet, talvez seja melhor voltar a acreditar na folha de sao paulo, estadao, o globo. Em um jornal sério esse Ricardo Cappelli só seria autorizado a escrever sobre videogame e pokémon. PAREM DE IDIOTIZAR A POLITICA!!! Até um buteco de baixa reputação expulsaria alguém que, depois de muita cachaça barata, começasse a fazer esse tipo de “análise”

    3

    0

  • Camarada, se não tem capacidade de entender irônia, você está na atividade errada…

    4

    0

  • Ricardo Cappelli, você precisa superar essa inveja mal disfarçada da galera descolada do Leblon (se é que não fax parte dela e vem aqui só fazer cena) e realmente se unir com os irmãos favelados ao invés de ficar nesse limbo ridículo de “ninguém me ama, ninguém me quer”. Ah, umas aulas sobre ironia, também são altamente recomendáveis! Sua interpretação é digna de um Bolsonaro da vida. Queria chamar atenção pro seu ego altamente invejoso? Conseguiu! Éêêê palmas para você! (Spoiler: usso é uma ironia, igual a do Greg News que você leu como literal).

    4

    0

  • Ok, Os comentários já dizem tudo. Mas só acrescento: !Chocado como também na esquerda encontramos com tanta facilidade essa falta de interpretação de texto!!

    1

    0

Deixe uma resposta