RICARDO CAPPELLI: O choro é compreensível

A política de Frente Ampla foi vitoriosa. Se impôs diante da realidade dramática vivida pelo Brasil. Bolsonaro é uma ameaça autoritária, real, chamá-lo de fascista não é chavão, nem brincadeira.

Até Doria compreendeu a gravidade do quadro. Percebeu muito antes dos sectários partidistas que a Frente Ampla é o caminho da vitória. Não convidou todos os ex-presidentes, incluindo Lula e Dilma, para se vacinarem em SP por acaso.

É sempre assim, ou você faz a sua Frente Ampla, ou o adversário faz uma Frente Ampla e te derrota. Frente não é simples, não combina com hegemonismo.

O cidadão ser derrotado no próprio partido não é fácil. O choro é compreensível. Desde então deu uma descompensada, anda meio fora da caixinha. O melhor é ignorar. O jogo já está jogado, é perda de tempo.

Mas não posso deixar de agradecer este último comentário. Um reconhecimento explícito da vitória da nossa política. Muito obrigado, Companheiro! Feliz Ano Novo!

Por: Ricardo Cappelli.

2 Comentários

  • O que o Brasil precisa: Escolas boas e hospitais. O resto deixa que o povo faz.
    E atenção jamais votem em Partido Cafona e Kitsch: a saber, o Partido dos Trabalhadores, PT. Vigarista.
    TODO petista, sem exceção, rumina DIRETO, uma vez que são GADO da medíocre dilma e do aPedeuTa e ignorante lula, — o vigarista.
    Idem os puxadinhos do PT (disfarçados: PSOL, PCdoB).
    Em vez de se construir hospitais, durante a “Copa das Copas” (do PT), construiu-se prédios inúteis. O PT é desgraçado.

    0

    0

Deixe uma resposta