RICARDO CAPPELLI: Massacre no Reino Unido: é a questão nacional, estúpido!

O centro do debate no Reino Unido foi a questão nacional em torno do Brexit. Incapaz de compreender a centralidade da questão nacional, Corbyn fugiu deste debate. Os trabalhadores, preocupados com seus empregos, votaram maciçamente em Boris, “o nacionalista”. Um massacre.

A “ex-querda” abandonou a questão nacional. A leitura dos “jênios” é simples. Projeto Nacional passa por aliança com a burguesia nacional. Como a burguesia nacional não existe mais, “não existe mais espaço para conciliação, camarada!”. A hora é de virar o leme à uma suposta “ex-querda radical e pós-moderninha”.

Parte da “ex-querda” virou globalista e identitária. Ongueira. Esqueceu que os trabalhadores aspiram empregos no seu país. Que seu João e dona Maria moram no bairro. O óbvio ululante.

A direita deita e rola. Pega a bandeira nacional pra si, enrola nos trabalhadores e triunfa.

Repetindo Trump, os trabalhadores ingleses votaram maciçamente em Boris. Corbyn ficou falando pras paredes. Um massacre.

Por Ricardo Cappelli

1 Comentário

Deixe uma resposta