THABATA GANGA: Ibope e DataFolha deturpam base de dados para segurar Márcio França

Por Thabata Ganga – Os principais institutos de pesquisas eleitorais estão manipulando a base de dados dos entrevistados para, de forma “sutil”, manter Guilherme Boulos a frente de Márcio França dentro da margem de erro. É claro que o objetivo não é favorecer Boulos, mas impedir o crescimento do único candidato progressista com condições de vencer o candidato de João Doria na Capital, Bruno Covas.

A manipulação consiste em dar peso maior na base de entrevistados com curso superior, perfil do eleitorado mais favorável a Boulos. Segundo os dados do TSE, extraídos das informações do eleitorado, a capital possui um total de 16,07% dos eleitores com curso superior completo e 6,76% de superior incompleto. Somando os dois temos um total de 22,83%.

Para ter uma fidelidade maior de suas projeções os institutos deveriam entrevistar em torno de 20% de paulistanos com esse nível de escolaridade. Ocorre que a base de dados do Datafolha é composta por 33% de pessoas com ensino superior e o Ibope com 37% nesse segmento, o que não corresponde à realidade.

Ao observar o resultado da pesquisa por nível de escolaridade, percebe-se o motivo. Nessa faixa, Boulos tem o dobro de intenções de votos do que Márcio França, o que é inversamente proporcional no eleitorado de baixa renda e escolaridade.

Nas pessoas pesquisadas com ensino superior, Boulos soma 25% e Márcio França 11%. Já o Ibope aponta que na faixa dos eleitores com ensino fundamental, Márcio possui o triplo da intenção de votos de Boulos, com 10% enquanto o segundo possui 3%.

Se a pesquisa Datafolha, por exemplo, utilizasse a base de dados correta, sendo o TSE, do ensino fundamental (31,45%) e não 24%, o resultado da pesquisa seria completamente diferente e, seguramente, mostraria Márcio França à frente de Boulos.

Certamente essa manobra não irá segurar a realidade, mas com certeza ela pode induzir o eleitor a modificar seu voto ao tentar escolher o candidato levando em conta a sua maior rejeição por quem está na frente.

Acho importante que a assessoria de Márcio França aponte essa deturpação à Justiça e solicite a correção, evitando que a pesquisa seja utilizada como base de manipulação da opção do eleitor.

Por Thabata Ganga, cientista, biomédica e candidata a vereadora pelo PDT.

THABATA GANGA: Ibope e DataFolha deturpam base de dados para segurar Márcio França

8 Comentários

  • A base do TSE só regista a escolaridade do eleitor no ato do cadastro.
    Logo, o eleitorado real é mais escolarizado do que a base do TSE. Essa “denúncia” não se sustenta

    0

    4

    • Oi Paulo. Poderia explicar melhor? O TSE só registra a escolaridade da pessoa no ato de seu alistamento eleitoral?

      0

      0

    • Paulo César Andrade,
      Pela sua lógica o cadastro deveria apontar 0% de pessoas com curso superior, já que na imensa maioria dos casos os eleitores se cadastram entre 16 e 18 anos de idade.
      O TSE possui mecanismos de atualização da base de dados. Basta ver que em 2010 o percentual de eleitores com curso superior era de 7,7% e agora é de 16%.

      0

      0

  • Coisa feia gente isso é coisa de Bolsominion não esperava isso de vocês estou chateado.

    0

    0

  • Vai Caçar o que fazer kkkkk , acabou a mamata … Eu sou Márcio França 40 , ele tem palavra !!!

    0

    0

Deixe uma resposta