Torcidas organizadas e movimentos de resistência contra o fascismo

O dia 31/05/2020 ficou marcado por uma ação mais efetiva dos movimentos de resistência a favor da democracia e contra o Bolsonaro, contra os bolsonaristas (que fizeram movimentos que remetem à Ku Klux Klan) e contra o desgastes causados pelo desgaste sistêmico e programado das instituições brasileiras.

As torcidas organizadas dos mais diversos times deixaram a rivalidade de lado e se uniram para enfrentar os governistas nas mais diferentes capitais do país. Já na primeira oportunidade mostraram-se maiores em números e fincou um posicionamento em favor da democracia e do Estado de Direito em um ambiente que fora monopolizado pelos governistas devido ao ISOLAMENTO SOCIAL que nos impedia de ajuntamentos e aglomerações.

Isso não significa que os partidos de oposição estavam alheios ao importante debate. Até o presente momento existe mais de 32 pedidos de impeachment, centenas de Notas Oficiais contra as barbáries do atual governo e outras dezenas de queixa crimes articulado pelos deputados e fortalecidos pelos partidos políticos de oposição.

Nessa mesma semana movimentos importantes surgiram no Brasil, podemos citar:
• Movimento “BASTA” – assinado por mais de 600 juristas,
• 600 procuradores contra o – PGR ARAS.
• Movimento “Janelas pela democracia” – partidos de centroesquerda,
• Movimento “Estamos Juntos” – Artistas e intelectuais,
• “Somos 70 por cento” – Por todos aqueles contra o Bolsonaro.

Quero deixar claro que TODOS os movimentos que visam à preservação dos valores democráticos já valem por seu valor simbólico – pois eles dizem “Ei, estamos aqui!”.

Mas podemos dar um salto de qualidade a estes movimentos e a todos que porventura surjam para fortalecer a resistência, observe: O Movimento Estamos Juntos, é um compilado de motivações vagas – ainda que justas. Esse movimento não aponta para nada substancial, revolucionário ou que produzirá efeitos SIGNIFICATIVOS de mudanças para os problemas nacionais. Ele é tão abrangente que no afã de abrangir TUDO– não abrange NADA.

O movimento “SOMOS 70 POR CENTO” encabeçado pelo Eduardo Moreira em seu canal do YouTube é bom no sentido de trazer a autoconfiança que grupos maiores tem em relação a grupo menores, motiva seus participantes de encampar batalhas e propor discursos nas rede e se mobilizarem respaldados pela MAIORIA e agrega uma sensação de pertencimento que ajuda a fortalecer a resistência na saída da inanição, mas carece de metas e de objetivos mais claros para que seja um movimento relevante e histórico.

Vale lembra que o fato de se ter a maioria não necessariamente significa que temos o poder de realizarmos as mudanças, o MOVIMENTO SOMOS 99% em 2011 NOS EUA refere-se à crescente desigualdade na distribuição de renda riqueza nos Estados Unidos entre o 1% mais rico e o resto da população. Para promover mudança OWS aposta na ação direta.

Observe que o movimento era legítimo, as ações eram concretas, mas seu desfecho não produziram mudanças significativas, a desigualdade só aumentou e, para fechar com chave de ouro elegeram Donald Trump como presidente, ou seja, alguém que é o símbolo de tudo aquilo que eles lutaram contra.

Olha que proporcionalmente eles eram a maioria, nos SOMOS 70% contra 30%
Eles eram ou ainda são 99% contra míseros 1% SÓ QUE ORGANIZADOS.

Quer dizer que não adianta lutar? Quer dizer que não valeu a pena? Quer dizer que devemos cruzar os braços e ficar deitado eternamente em berço esplêndido?

De forma alguma! Devemos continuar combativos! Devemos permanecer atuantes!
E devemos fazer mais!
1) Devemos conhecer nosso povo (quem somos),
2) Devemos estabelecer um projeto de país para todos (inclusive para os 30%),
3) Devemos construir em meio à pandemia projeto de sociedade que acabe com as desigualdades sociais, traga a dignidade de bons empregos e salários para todos e que projete uma sociedade mais avançada para os próximos 10/20/30 anos através da EDUCAÇÃO DE QUALIDADE PARA TODOS.

De modo que TODOS AQUELES que forem contra estas bases NÃO tenha a mínima chance de serem ELEITOS no país e sejam considerados anátemas, INIMIGOS DA PÁTRIA e NÃO dignos de sequer serem mencionados como brasileiras e brasileiros, pois são entreguistas.

Esse é o recado, essa é a NOTA definitiva, essa é a comprovação REAL que o país demostrará que deu um salto de civilidade e amor ao próximo.

Vamos à luta.

Por Ueber Deividi

Torcidas organizadas e movimentos de resistência contra o fascismo

7 Comentários

  • A proposta é boa. Falta trabalhar como iremos “selecionar o trigo do joio”. Com que medida? Sistema ou critério?

    1

    0

  • Esse é nosso desafio!

    Construir diretrizes para dar sustentação aos atos democráticos e propor uma sociedade melhor, isso só se dá com um amplo debate com todos ou atores da sociedade. Afinal, depois de um movimento gigante continuar as mesmas desigualdades ou piorar nossa classe política perderemos o apoio popular por longos e longos anos.

    2

    0

  • É de assustar o tamanho de despreparo do Governo Bolsoanro. Apoiada por muitos militares. Que devendo, não o freiam, para uma investida estrangeira dentro do Brasil. Pratica mais um ato insano. Vai se aproximar do Japão, que nas últimas décadas – por questões econômicas (Bolsonaro), apoiam os EUA em quase tudo. O Brasil vai voltar a precisar de vender. E vem batendo de frente com seus melhores parceiros comerciais. Mercosul, Brics, Comunidade Europeia e países Árabes. Senhores empresários se isso não for prejudicar a economia. Não sei o que a complicará. Quanto as questões históricas. O Japão com o Estatismo Showa, foi para a China e países fronteiriços tão ruim quanto a Alemanha para os Judeus. E me espanta pessoas, principalmente a turma de atoa dos filhos de Bolsonaro, não terem lido isso na Internet. Os movimentos ante racismo e pró democracia, mesmo sob risco de pegar e passar o Covid, estão certos. Fechar acordo econômico ou o que seja com o Japão. Sabendo que ele tem acesso ao minério que quiser na Austrália. É trabalhar contra os Estado de MG, por exemplo. Posições assim trocam a China consumidora com 1,393 bilhão de pessoas, Índia 1,353 bilhão de pessoas, Rússia 144 milhões (google), por 126 milhões de pessoas no Japão. Não colocaremos 328 milhões do EUA. Porque eles não apresentaram avanço na comercialização. E muitas das empresas vão boicotar o Brasil por causa do desmatamento. Independente das diferenças e ideologias partidárias. Bolsonaro, Mourão e quem quiser ou estar aprovando isso tudo que acontece. Está contra o povo, a economia e o Brasil. Me sinto envergonhado de ver o Brasil com tantos Ministros incapazes. Com tanta gente afrontando o que já conquistamos. Gente trabalhando, se dizendo militar, e contra a soberania. Estou a dizer que nosso momento com Bolsonaro é muito, mas muito pior do que tínhamos nos outros governos, inclusive aquele que iniciou a Ditadura Militar. E com certeza, os ideais que eram divididos entre os próprios militares, onde se tinha 50% não querendo fazer parte daquelas décadas de crimes e absurdos políticos. Bolsonaro dia após dia trabalha fazendo a imagem do Brasil no exterior com uma republica das bananas. É vergonho. E o que vier. E o que causar. Só vai ser ruim as pessoas comuns, classe média e pobre. Como brasileiro pelo desculpas aos Chineses, e a China, nosso maior parceiro comercial, Indianos e Russo, Sul Africanos, Latinos americanos nosso vizinhos e parceiros do Mercosul. Nosso país hoje tem a frente a turma mais incompetente das últimas 7 décadas.
    Bolsonaro e o bolsonarismo ainda aparecerão nos livros de história e dicionário como uma corrente de pessoas estúpidas que trabalharam em dois anos contra tudo que o país conseguiu com sua história. Onde até mesmo as FFAAs e PMs terão repúdio do próprio povo. E durante décadas, que fizer parte dela. Não vai dormir sem se sentir menosprezado por aqueles que a troco da miséria e má qualidade de vida. Enquanto as FFAAs e PMs estaduais não tomarem publicamente apoio ao povo. Estão elas assinando embaixo para antipatia do povo bom e abrirão oportunidade para ações da marginalização. Pois, se não acabarmos com o bolsonarismo. E derrubarmos Mourão e Bolsonaro. As instituições de polícia e FFAAs não terão o povo ao seu lado. E do outro lado só restarão nos batalhões. Representações de igual mentalidade do Bolsonaro. Que continua inventando inimigos. Onde o maior mal ao Brasil é ele mesmo e seus discípulos civis e militares. O Brasil está uma vergonha!

    0

    1

  • Acho muito interessante sua tese, concordando com a baderna e a banalidade urbana, me diz uma coisa, desde quando o Japão ou China estraem nossos recursos mineirais no país? Quem concedeu a concessão? Foi Bolsonaro? Será que não foi lula ou Dilma? Bolsonaro é um administrador representado pelo povo não um semi Deus amigo, documento assinado não é fácil de cancelar assim tão fácil, entenda que um administrador do atua em seus limites não fora dele, outra coisa, vc como bancada evangélica não deveria sequer se envolver compartidos de esquerda que pregam o ódio e discussões correlatas a baderna e opressão aos velhos costumes de construção de sociedade de bem, seja inteligente já que vc não vê a benevolência que um partido legítimo trás o bem estar social ( um novo ar a respirar ) na próxima vez, recomendo vc a se associar a pessoas do bem e não a partidinhos de merda que erguem a discórdia como causa social!

    0

    0

Deixe uma resposta